Rituais lunares para se conectar com as fadas

  24/05/2018
Rituais lunares celtas para se conectar com as fadas na Bruxaria Feérica na lua crescente, cheia, minguante e nova

Photo by Billy Huynh on Unsplash

A lua tem grande influência sobre a magia e também sobre nossa conexão com o Mundo das Fadas. A lua cheia e a lua minguante são os momentos em que a energia das fadas está mais presente no nosso mundo.

Para honrar essas duas fases da lua você pode fazer um ritual em homenagem aos Deuses liminares, que são os Deuses da Terra das Fadas. Já as outras duas fases podem ser reconhecidas com um aceno de cabeça e uma prece.

Os rituais descritos a seguir são baseados na Bruxaria Feérica, a religião moderna das fadas. Como essa tradição tem algumas diferenças importantes em relação a outras tradições neopagãs, é importante também conhecer um pouco sobre como são celebrados os rituais na Bruxaria Feérica.

Rituais sazonais da cultura celta para se conectar com as fadas: Samhaim, Solstício de Inverno, Imbolc, Equinócio de primavera, Bealtaine, Solstício de Verão, Lúnasa e Equinócio de Outono

Photo by freestocks.org on Unsplash

Como celebrar rituais na Bruxaria Feérica

Todas as tradições e rituais descritos a seguir são referentes à Bruxaria Feérica, que é a religião moderna das fadas. Ela é baseada em crenças tradicionais sobre as fadas na cultura celta e um pouco das crenças tradicionais sobre os elfos na cultura nórdica.

São convidados para participar dos rituais os três Poderes honrados por essa religião, sendo eles: as fadas amigáveis aos humanos, os antepassados e os Deuses liminares, que são Deuses do Mundo das Fadas.

Na cultura celta o ano é dividido em duas partes, sendo uma clara e a outra escura. A metade clara do ano (primavera/verão) é regida por dois Deuses liminares: a Senhora da Floresta Verdejante e o Senhor da Floresta Selvagem. Já a metade escura do ano (outono/inverno) é regida por outros dois Deuses do Outro Mundo: a Senhora do Vento e o Caçador da Floresta de Inverno.

Quanto às fadas, é importante lembrar da crença tradicional de que elas não gostam de ser chamadas dessa forma. Por isso, durante os rituais você deve se referir a elas por meio de eufemismos como Daoine Sí, Bom Povo, Bons Vizinhos, entre outros. Você pode conhecer todos os eufemismos e o motivo para o seu uso nesse post aqui.

Todos os rituais começam com a queima de um incenso para limpeza energética, seguida por acender algumas velas no altar e convidar os Poderes para se juntarem a você no ritual. Então podem ser feitas preces, trabalhos mágicos ou meditação. Depois disso são feitas oferendas aos Poderes convidados e uma divinação para verificar se as oferendas foram bem recebidas. O ritual termina quando você convida os poderes a partir. Peça que haja paz e amizade entre você e os Daoine Sí e agradeça os Deuses liminares e os antepassados.

Não há o uso de um círculo mágico para conter a energia do ritual ou proteger você. Por isso é importante conhecer bem todas as formas de se proteger sozinha de espíritos mal-intencionados.

A divinação pode ser feita da forma que você preferir, usando o método com que você se sente mais confortável (por exemplo, pêndulo, tarô, runas, ogham, etc).

Agora sim, os rituais 😊

Rituais lunares celtas para se conectar com as fadas na Bruxaria Feérica na lua crescente, cheia, minguante e nova

Photo by Ganapathy Kumar on Unsplash

Rituais lunares para se conectar com as fadas

Lua crescente

A lua crescente é um momento de energia adequada para todas as coisas relacionadas a crescimento e aumento. É a época ideal para focar nossos esforços em tudo que desejamos nutrir ou atrair mais.

Lua cheia

A lua cheia é um bom momento para fazer trabalhos mágicos. Também é uma época indicada para renovar alianças ou cumprir promessas que você tenha feito. Você pode selar essa renovação de intenção com uma oferenda específica. Algumas oferendas comumente usadas na Bruxaria Feérica são leite, nata (ou creme de leite), pães e bolos.

Nessa fase da lua você pode fazer um ritual para se conectar com o Outro Mundo e honrar os Deuses Feéricos que regem a metade clara do ano (primavera/verão): a Senhora da Floresta Verdejante e o Senhor da Floresta Selvagem.

Lua minguante

A lua minguante é um momento de diminuição e banimento. Tudo que precisa ser cortado ou diminuído deve ser feito nessa época. O último crescente de uma lua minguante tem o nome de lua escura.

Um ritual pode ser feito nessa lua para honrar as deidades da metade escura do ano (outono/inverno): a Rainha do Vento e o Caçador da Floresta de Inverno. Esse ritual é o momento ideal para fazer meditações e jornadas astrais.

Lua nova

A Bruxaria Feérica reconhece a lua nova quando o primeiro brilho prateado da lua aparece no céu. Segundo tradições irlandesas e escocesas, esse reconhecimento pode ser feito com um aceno de cabeça e também encostando em algo de prata, geralmente um anel que a pessoa esteja usando.

Agora que você já aprendeu como honrar cada fase da lua segundo as tradições celtas é hora de aumentar sua conexão com as fadas por meio desses rituais na próxima fase lunar 😊

Referência: Fairycraft – Following the Path of Fairy Witchcraft, Morgan Daimler, 2016.

Rituais lunares celtas para se conectar com as fadas na Bruxaria Feérica na lua crescente, cheia, minguante e nova

Você também pode gostar desses posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *