Rituais lunares para se conectar com as fadas

  24/05/2018
Rituais lunares celtas para se conectar com as fadas na Bruxaria Feérica na lua crescente, cheia, minguante e nova

Photo by Billy Huynh on Unsplash

A lua tem grande influência sobre a magia e também sobre nossa conexão com o Mundo das Fadas. A lua cheia e a lua minguante são os momentos em que a energia das fadas está mais presente no nosso mundo.

Para honrar essas duas fases da lua você pode fazer um ritual em homenagem aos Deuses liminares, que são os Deuses da Terra das Fadas. Já as outras duas fases podem ser reconhecidas com um aceno de cabeça e uma prece.

Os rituais descritos a seguir são baseados na Bruxaria Feérica, a religião moderna das fadas. Como essa tradição tem algumas diferenças importantes em relação a outras tradições neopagãs, é importante também conhecer um pouco sobre como são celebrados os rituais na Bruxaria Feérica.

Rituais sazonais da cultura celta para se conectar com as fadas: Samhaim, Solstício de Inverno, Imbolc, Equinócio de primavera, Bealtaine, Solstício de Verão, Lúnasa e Equinócio de Outono

Photo by freestocks.org on Unsplash

Como celebrar rituais na Bruxaria Feérica

Todas as tradições e rituais descritos a seguir são referentes à Bruxaria Feérica, que é a religião moderna das fadas. Ela é baseada em crenças tradicionais sobre as fadas na cultura celta e um pouco das crenças tradicionais sobre os elfos na cultura nórdica.

São convidados para participar dos rituais os três Poderes honrados por essa religião, sendo eles: as fadas amigáveis aos humanos, os antepassados e os Deuses liminares, que são Deuses do Mundo das Fadas.

Na cultura celta o ano é dividido em duas partes, sendo uma clara e a outra escura. A metade clara do ano (primavera/verão) é regida por dois Deuses liminares: a Senhora da Floresta Verdejante e o Senhor da Floresta Selvagem. Já a metade escura do ano (outono/inverno) é regida por outros dois Deuses do Outro Mundo: a Senhora do Vento e o Caçador da Floresta de Inverno.

Quanto às fadas, é importante lembrar da crença tradicional de que elas não gostam de ser chamadas dessa forma. Por isso, durante os rituais você deve se referir a elas por meio de eufemismos como Daoine Sí, Bom Povo, Bons Vizinhos, entre outros. Você pode conhecer todos os eufemismos e o motivo para o seu uso nesse post aqui.

Todos os rituais começam com a queima de um incenso para limpeza energética, seguida por acender algumas velas no altar e convidar os Poderes para se juntarem a você no ritual. Então podem ser feitas preces, trabalhos mágicos ou meditação. Depois disso são feitas oferendas aos Poderes convidados e uma divinação para verificar se as oferendas foram bem recebidas. O ritual termina quando você convida os poderes a partir. Peça que haja paz e amizade entre você e os Daoine Sí e agradeça os Deuses liminares e os antepassados.

Não há o uso de um círculo mágico para conter a energia do ritual ou proteger você. Por isso é importante conhecer bem todas as formas de se proteger sozinha de espíritos mal-intencionados.

A divinação pode ser feita da forma que você preferir, usando o método com que você se sente mais confortável (por exemplo, pêndulo, tarô, runas, ogham, etc).

Agora sim, os rituais 😊

Rituais lunares celtas para se conectar com as fadas na Bruxaria Feérica na lua crescente, cheia, minguante e nova

Photo by Ganapathy Kumar on Unsplash

Rituais lunares para se conectar com as fadas

Lua crescente

A lua crescente é um momento de energia adequada para todas as coisas relacionadas a crescimento e aumento. É a época ideal para focar nossos esforços em tudo que desejamos nutrir ou atrair mais.

Lua cheia

A lua cheia é um bom momento para fazer trabalhos mágicos. Também é uma época indicada para renovar alianças ou cumprir promessas que você tenha feito. Você pode selar essa renovação de intenção com uma oferenda específica. Algumas oferendas comumente usadas na Bruxaria Feérica são leite, nata (ou creme de leite), pães e bolos.

Nessa fase da lua você pode fazer um ritual para se conectar com o Outro Mundo e honrar os Deuses Feéricos que regem a metade clara do ano (primavera/verão): a Senhora da Floresta Verdejante e o Senhor da Floresta Selvagem.

Lua minguante

A lua minguante é um momento de diminuição e banimento. Tudo que precisa ser cortado ou diminuído deve ser feito nessa época. O último crescente de uma lua minguante tem o nome de lua escura.

Um ritual pode ser feito nessa lua para honrar as deidades da metade escura do ano (outono/inverno): a Rainha do Vento e o Caçador da Floresta de Inverno. Esse ritual é o momento ideal para fazer meditações e jornadas astrais.

Lua nova

A Bruxaria Feérica reconhece a lua nova quando o primeiro brilho prateado da lua aparece no céu. Segundo tradições irlandesas e escocesas, esse reconhecimento pode ser feito com um aceno de cabeça e também encostando em algo de prata, geralmente um anel que a pessoa esteja usando.

Agora que você já aprendeu como honrar cada fase da lua segundo as tradições celtas é hora de aumentar sua conexão com as fadas por meio desses rituais na próxima fase lunar 😊

Referência: Fairycraft – Following the Path of Fairy Witchcraft, Morgan Daimler, 2016.

Rituais lunares celtas para se conectar com as fadas na Bruxaria Feérica na lua crescente, cheia, minguante e nova

Você também pode gostar desses posts

Rituais sazonais para se conectar com as fadas – Solstícios e Equinócios

  18/05/2018
Rituais sazonais da cultura celta para se conectar com as fadas: Samhaim, Solstício de Inverno, Imbolc, Equinócio de primavera, Bealtaine, Solstício de Verão, Lúnasa e Equinócio de Outono

Photo by Annie Theby on Unsplash

Os rituais sazonais são um ciclo de 8 datas celebradas ao longo do ano para reconhecer e honrar as mudanças das estações. Essas datas se originaram na cultura celta e fazem parte de muitas religiões neopagãs. Na Bruxaria Feérica, a religião moderna das fadas, não é diferente.

Quatro dessas datas correspondem aos chamados Festivais do Fogo: Samhaim, Imbolc, Bealtaine e Lúnasa. As outras quatro marcam o início de cada estação do ano e correspondem aos solstícios e equinócios.

A seguir estão descritos o significado e os rituais associados a cada um dos solstícios e equinócios segundo a Bruxaria Feérica. Para saber mais sobre os solstícios e equinócios, você pode acessar esse post aqui.

Mas antes, uma pequena explicação sobre as particularidades da Bruxaria Feérica.

Rituais sazonais na Bruxaria Feérica

Todas as tradições e rituais descritos a seguir são referentes à Bruxaria Feérica, que é a religião moderna das fadas. Ela é baseada em crenças tradicionais sobre as fadas na cultura celta e um pouco das crenças tradicionais sobre os elfos na cultura nórdica.

Para a Bruxaria Feérica, as celebrações sazonais começam ao pôr do sol da data estipulada e duram até o pôr do sol do dia seguinte. Além disso, são convidados a participar dos rituais os três Poderes honrados por essa religião, sendo eles: as fadas amigáveis aos humanos, os antepassados e os Deuses liminares, que são Deuses do Mundo das Fadas.

Na cultura celta o ano é dividido em duas partes, sendo uma clara e a outra escura. A metade clara do ano (primavera/verão) é regida por dois Deuses liminares: a Senhora da Floresta Verdejante e o Senhor da Floresta Selvagem. Já a metade escura do ano (outono/inverno) é regida por outros dois Deuses do Outro Mundo: a Senhora do Vento e o Caçador da Floresta de Inverno. Assim, em cada ritual devem ser honrados os Deuses liminares que estiverem regendo a parte do ano em questão

Quanto às fadas, é importante lembrar da crença tradicional de que elas não gostam de ser chamadas dessa forma. Por isso, durante os rituais você deve se referir a elas por meio de eufemismos como Daoine Sí, Bom Povo, Bons Vizinhos, entre outros. Você pode conhecer todos os eufemismos e o motivo para o seu uso nesse post aqui.

Nos rituais não há o uso de um círculo mágico para conter a energia do ritual ou proteger você. Por isso é importante conhecer bem todas as formas de se proteger de espíritos mal-intencionados.

Ao final de cada ritual é sugerido fazer uma divinação para verificar se as oferendas foram bem recebidas. Essa divinação pode ser feita da forma que você preferir, usando o método com que você se sente mais confortável (por exemplo, pêndulo, tarô, runas, ogham, etc).

Agora sim, as comemorações e os rituais 🙂

Rituais sazonais da cultura celta para se conectar com as fadas: Samhaim, Solstício de Inverno, Imbolc, Equinócio de primavera, Bealtaine, Solstício de Verão, Lúnasa e Equinócio de Outono

Photo by freestocks.org on Unsplash

1. Solstício de Inverno

O Solstício de Inverno marca o início do inverno, sendo o dia mais curto e a noite mais longa do ano. Ele acontece entre os dias 20 e 23 de dezembro no hemisfério norte e entre os dias 20 e 23 de junho no hemisfério sul.

No hemisfério norte o Solstício de Inverno cai na mesma época do Natal e partilha algumas características com essa festa cristã. Isso acontece porque muitas das tradições do Natal são inspiradas crenças mais antigas, como a crença celta nas fadas.

Na Bruxaria Feérica essa é uma época de caridade e presentes podem ser dados para todas as pessoas com quem você interage (como lembrancinhas de Natal). Esses presentes geralmente são alimentos típicos da estação ou vale-presentes para um restaurante.

Esse também é um momento para honrar os mortos. Uma forma de fazer isso é colocar um lugar a mais na mesa no dia do solstício. Outras formas rituais estão descritas a seguir.

Ritual de Solstício de Inverno

Queime um incenso de limpeza energética e convide os Poderes. Você pode fazer uma prece anunciando que o inverno começou. Em seguida acenda uma vela branca no altar para honrar os mortos e para ajudar a guiar as almas errantes, já que nessa época os feéricos mal-intencionados, como a Caçada Selvagem, têm maior influência sobre o mundo humano.

Nesse momento você pode fazer um trabalho mágico ou uma meditação. Caso você não queira fazer nenhum dos dois, pode começar a fazer as oferendas.

Oferendas tradicionais para esse ritual são biscoitos e leite. Também é costume fazer uma oferenda especial de mingau com um pouco de manteiga para o espírito da casa como forma de demonstrar gratidão. Faça divinação para verificar se suas oferendas foram bem recebidas. Por fim, convide os poderes a partir. Peça que haja paz e amizade entre você e os Daoine Sí. Agradeça os Deuses liminares e os antepassados.

Rituais sazonais da cultura celta para se conectar com as fadas: Samhaim, Solstício de Inverno, Imbolc, Equinócio de primavera, Bealtaine, Solstício de Verão, Lúnasa e Equinócio de Outono

Photo by Kris Atomic on Unsplash

2. Equinócio de Primavera

O Equinócio de Primavera marca o início da primavera, sendo um momento em que a duração do dia e da noite está em equilíbrio. Ele acontece entre os dias 20 e 23 de março no hemisfério norte e entre os dias 20 e 23 de setembro no hemisfério sul.

Nessa época o calor está visivelmente começando a superar o frio e se inicia a metade clara do ano. É um bom momento para estabelecer novos objetivos e escolher o que você vai nutrir durante a estação de crescimento que está começando.

Na Bruxaria Feérica essa é também uma época para celebrar os antepassados mais próximos de nós. Podemos fazer isso contando histórias sobre eles e fazendo uma refeição com os alimentos que eles gostavam.

Você pode saber mais sobre a comemoração tradicional celta da Páscoa nesse post aqui.

Ritual de Equinócio de Primavera

Queime um incenso de limpeza energética e convide os Poderes. Você pode fazer uma prece ressaltando o equilíbrio desse período e pedindo que você também encontre o equilíbrio na sua vida e no seu caminho mágico entre esse e o Outro Mundo.

Nesse momento você pode fazer um trabalho mágico ou uma meditação. Uma sugestão é fazer uma pulseira com as suas intenções para esse ano. Escolha três cores de lã ou linha que representem as energias ou objetivos que você quer nutrir nos próximos seis meses. Teça uma pulseira com essas três cores de fios. Essa pulseira pode tanto ser usada quanto ser deixada no seu altar. Em seguida, faça as oferendas.

Oferendas tradicionais para esse ritual são leite e ovos. Continue o ritual como de costume. Faça divinação para verificar se suas oferendas foram bem recebidas. Por fim, convide os poderes a partir. Peça que haja paz e amizade entre você e os Daoine Sí. Agradeça os Deuses liminares e os antepassados.

Rituais sazonais da cultura celta para se conectar com as fadas: Samhaim, Solstício de Inverno, Imbolc, Equinócio de primavera, Bealtaine, Solstício de Verão, Lúnasa e Equinócio de Outono

Photo by Dakota Roos on Unsplash

3. Solstício de Verão

O Solstício de Verão marca o início do verão, sendo o dia mais longo e a noite mais curta do ano. Essa data é muito associada às fadas, especialmente à Deusa irlandesa Áine, que é vista como uma Rainha Feérica.

Essa é a melhor época do ano para interagir com as fadas, pois aquelas que estão no nosso mundo nesse dia tendem a ser as mais inclinadas a simpatizar com os humanos.

É também o momento ideal para procurar novos aliados e fazer novos amigos no Outro Mundo. Isso pode ser feito por jornada astral, meditação ou estendendo suas oferendas a novos Poderes (Deuses, espíritos, etc).

Ritual de Solstício de Verão

Queime um incenso de limpeza energética e em seguida queime um incenso para bênçãos ou pétalas de rosas. Então convide os Poderes. Você pode fazer uma prece ressaltando que essa é uma época de celebração e também de maior atividade das fadas no mundo mortal. Também pode ser feita uma prece pedindo por proteção durante o período.

Nesse momento você pode fazer um trabalho mágico ou uma meditação. Caso você não queira fazer nenhum dos dois, pode começar a fazer as oferendas.

Oferendas tradicionais para esse ritual são doces, leite, mel, bolo e flores. O bolo deve ser repartido entre os Poderes, a pessoa que o preparou e seus entes queridos. Você também pode fazer uma oferenda específica para os espíritos da terra.

Faça divinação para verificar se suas oferendas foram bem recebidas. Por fim, convide os poderes a partir. Peça que haja paz e amizade entre você e os Daoine Sí. Agradeça os Deuses liminares e os antepassados.

Rituais sazonais da cultura celta para se conectar com as fadas: Samhaim, Solstício de Inverno, Imbolc, Equinócio de primavera, Bealtaine, Solstício de Verão, Lúnasa e Equinócio de Outono

Photo by Timothy Eberly on Unsplash

4. Equinócio de Outono

O Equinócio de Outono marca o início do outono, sendo um momento em que a duração do dia e da noite está em equilíbrio. Ele acontece entre os dias 20 e 23 de setembro no hemisfério norte e entre os dias 20 e 23 de março no hemisfério sul.

Essa é uma data de reflexão e introspecção. É o momento em que as coisas que estabelecemos como metas na primavera estão prontas para serem colhidas.

É também um momento de fazer caridade. Você pode fazer doações para uma organização que ajuda os mais pobres, de preferência que ajuda as pessoas da sua própria comunidade.

Um bolo especial pode ser assado para representar a fartura do ano que está chegando ao fim. Uma refeição de cordeiro ou ganso pode ser feita após o ritual.

Ritual de Equinócio de Outono

Queime um incenso de limpeza energética e convide os Poderes. Você pode fazer uma prece ressaltando a gratidão pela colheita de tudo que você plantou e nutriu ao longo do ano que está terminando. Também podem ser pedidas bênçãos de fertilidade da terra e proteção da comunidade.

Nesse momento você pode fazer um trabalho mágico ou uma meditação. Se você fez uma pulseira no Equinócio de Primavera, pode queimá-la agora para colher simbolicamente suas intenções. Ou então você pode escrever suas conquistas num papel e queimá-lo. Em seguida, faça as oferendas.

Oferendas tradicionais para esse ritual são bolos. Faça divinação para verificar se suas oferendas foram bem recebidas. Por fim, convide os poderes a partir. Peça que haja paz e amizade entre você e os Daoine Sí. Agradeça os Deuses liminares e os antepassados.

Agora que você já conhece o significado e a forma de celebrar os solstícios e equinócios à maneira feérica, já pode começar a celebrá-los e aumentar sua conexão e amizade com as fadas 🙂 E se você quer saber mais sobre os Festivais do Fogo é só acessar esse post aqui.

Referência: Fairycraft – Following the Path of Fairy Witchcraft, Morgan Daimler, 2016.

Rituais sazonais da cultura celta para se conectar com as fadas: Samhaim, Solstício de Inverno, Imbolc, Equinócio de primavera, Bealtaine, Solstício de Verão, Lúnasa e Equinócio de Outono

Você também pode gostar desses posts

Rituais sazonais para se conectar com as fadas – Festivais do Fogo

  18/05/2018
Rituais sazonais da cultura celta para se conectar com as fadas: Samhaim, Solstício de Inverno, Imbolc, Equinócio de primavera, Bealtaine, Solstício de Verão, Lúnasa e Equinócio de Outono

Photo by freestocks.org on Unsplash

Os rituais sazonais são um ciclo de celebrações marcadas pelo ritmo das estações do ano. Eles se dividem em 8 datas e têm sua origem em antigos costumes celtas.

Quatro dessas comemorações são maiores, também conhecidas como Festivais do Fogo – Samhain, Imbolc, Bealtaine e Lúnasa – e as outras quatro são menores – Solstício de Inverno, Equinócio de Primavera, Solstício de Verão e Equinócio de Outono.

Os Festivais do Fogo são as épocas em que os feéricos estão mais ativo no nosso mundo. Acredita-se que nesses dias eles mudam de casa, viajando de uma Colina Feérica para a outra por meio das antigas Estradas Feéricas. Você pode saber mais sobre essas crenças nesse post aqui.

A seguir estão descritos o significado e os rituais associados a cada uma das quatro comemorações maiores. Para saber mais sobre as comemorações menores, você pode acessar esse post aqui.

Mas antes, uma pequena explicação sobre as particularidades da Bruxaria Feérica.

Rituais sazonais na Bruxaria Feérica

Todas as tradições e rituais descritos a seguir são referentes à Bruxaria Feérica, que é a religião moderna das fadas. Ela é baseada em crenças tradicionais sobre as fadas na cultura celta e um pouco das crenças tradicionais sobre os elfos na cultura nórdica.

Para a Bruxaria Feérica, as celebrações sazonais começam ao pôr do sol da data estipulada e duram até o pôr do sol do dia seguinte. Além disso, são convidados a participar dos rituais os três Poderes honrados por essa religião, sendo eles: as fadas amigáveis aos humanos, os antepassados e os Deuses liminares, que são Deuses do Mundo das Fadas.

Na cultura celta o ano é dividido em duas partes, sendo uma clara e a outra escura. A metade clara do ano (primavera/verão) é regida por dois Deuses liminares: a Senhora da Floresta Verdejante e o Senhor da Floresta Selvagem. Já a metade escura do ano (outono/inverno) é regida por outros dois Deuses do Outro Mundo: a Senhora do Vento e o Caçador da Floresta de Inverno. Assim, em cada ritual devem ser honrados os Deuses liminares que estiverem regendo a parte do ano em questão.

Quanto às fadas, é importante lembrar da crença tradicional de que elas não gostam de ser chamadas dessa forma. Por isso, durante os rituais você deve se referir a elas por meio de eufemismos como Daoine Sí, Bom Povo, Bons Vizinhos, entre outros. Você pode conhecer todos os eufemismos e o motivo para o seu uso nesse post aqui.

Nos rituais não há o uso de um círculo mágico para conter a energia do ritual ou proteger você. Por isso é importante conhecer bem todas as formas de se proteger de espíritos mal-intencionados.

Ao final de cada ritual é sugerido fazer uma divinação para verificar se as oferendas foram bem recebidas. Essa divinação pode ser feita da forma que você preferir, usando o método com que você se sente mais confortável (por exemplo, pêndulo, tarô, runas, ogham, etc).

Agora sim, as comemorações e os rituais 🙂

Rituais Sazonais para se Conectar com as Fadas

Rituais sazonais da cultura celta para se conectar com as fadas: Samhaim, Solstício de Inverno, Imbolc, Equinócio de primavera, Bealtaine, Solstício de Verão, Lúnasa e Equinócio de Outono

Foto por Freepik

1. Samhaim

O Samhaim é celebrado no hemisfério norte no dia 31 de outubro. No hemisfério sul ele pode ser celebrado no mesmo dia ou no dia 30 de abril.

Essa data marca o final da metade clara do ano (primavera/verão) e o início da metade escura (outono/inverno). No hemisfério norte, o Samhaim também marca o final do ano antigo e o início do ano novo.

Na Bruxaria Feérica essa data é celebrada por três dias. O primeiro dia é dedicado aos Daoine Sí, o segundo aos Deuses liminares e o terceiro aos mortos. Em cada um desses dias você pode ler ou contar histórias sobre o Poder em foco, além de fazer uma oferenda a ele. Você pode ler uma história tradicional sobre os feéricos nesse post aqui.

Ritual de Samhaim

Queime um incenso de limpeza energética e convide os Poderes. Acenda uma vela no altar em homenagem aos antepassados e faça uma prece a eles ressaltando que eles não serão esquecidos e que estão sendo honrados nesse dia de Samhaim.

Em seguida acenda uma vela para o Bom Povo e faça uma prece pedindo a eles que sempre possa haver amizade entre você e os Daoine Sí. Por fim, acenda uma vela para os Deuses liminares: a Rainha do Vento e o Caçador da Floresta de Inverno. Faça uma prece saudando o retorno deles a regência do mundo mortal nesse novo período escuro que se inicia. Também podem ser feitas preces para o Ano Novo.

Nesse momento você pode fazer um trabalho mágico ou uma meditação. Caso você não queira fazer nenhum dos dois, pode começar a fazer as oferendas.

Oferendas tradicionais para esse ritual são maçãs, pães, leite, mingau e até mesmo uma refeição compartilhada com os Poderes. Faça divinação para presságios do ano que está por vir. Por fim, convide os poderes a partir. Peça que haja paz e amizade entre você e os Daoine Sí. Agradeça os Deuses liminares e os antepassados.

Rituais sazonais da cultura celta para se conectar com as fadas: Samhaim, Solstício de Inverno, Imbolc, Equinócio de primavera, Bealtaine, Solstício de Verão, Lúnasa e Equinócio de Outono

Photo by Ferdinand Stöhr on Unsplash

2. Imbolc

O Imbolc é celebrado no hemisfério norte no dia 31 de janeiro. No hemisfério sul ele pode ser celebrado nessa mesma data ou em 31 de julho.

Esse é um momento para saudar a luz do Sol, que retorna e cresce a cada a dia, e celebrar a esperança do retorno do calor ainda em meio a escuridão do inverno. Também é o momento ideal para o início de projetos de longo-prazo ou uma dedicação. Dedicação é a declaração da intenção de uma pessoa de se dedicar a algo ou se entregar à realização de um objetivo, durante os próximos 365 dias.

Essa data é celebrada com uma refeição a base de laticínios. Também pode incluir cordeiro e carneiro.

Ritual de Imbolc

Queime um incenso de limpeza energética e convide os Poderes. Você pode fazer uma prece ressaltando a renovação da natureza que começa a acontecer mesmo em meio ao inverno. Em seguida, lave simbolicamente sua cabeça, suas mãos e seus pés com água abençoada. Assim você está limpando a si mesma para o trabalho do ano que está por vir.

Esse é um bom momento para reafirmar sua dedicação a Bruxaria Feérica. Você também pode fazer algum outro tipo de trabalho mágico ou uma meditação. Caso você não queira fazer nenhum dos dois, pode começar a fazer as oferendas.

Oferendas tradicionais para esse ritual são laticínios, como leite e nata (ou creme de leite). Faça divinação para verificar se suas oferendas foram bem recebidas. Por fim, convide os poderes a partir. Peça que haja paz e amizade entre você e os Daoine Sí. Agradeça os Deuses liminares e os antepassados.

Rituais sazonais da cultura celta para se conectar com as fadas: Samhaim, Solstício de Inverno, Imbolc, Equinócio de primavera, Bealtaine, Solstício de Verão, Lúnasa e Equinócio de Outono

Photo by Click and Learn Photography on Unsplash

3. Bealtaine

O Bealtaine é celebrado no hemisfério norte no dia 30 de abril. No hemisfério sul ele pode ser celebrado na mesma data ou em 31 de outubro.

Essa é uma época para saudar o verão e celebrar o retorno do clima quente. Também é um momento de bênçãos e de plantio, tanto de vegetais quanto das nossas intenções. Nessa data você pode colher flores e trazê-las para dentro de casa para abençoar o lar.

Acredita-se que nessa época a Caçada Selvagem deixa o mundo mortal até o próximo inverno e deixa para trás apenas um cão de caça, chamado Wildhund. Esse cão traz o bom clima, a fertilidade e a sorte. Na manhã de 1º de maio (ou 1º de novembro) você pode fazer uma oferenda para esse cão de caça, que pode ser uma fatia de pão com manteiga e mel.

Ritual de Bealtaine

Queime um incenso de limpeza energética e convide os Poderes. Você pode fazer uma prece saudando o retorno do verão. Também devemos saudar o retorno da Senhora da Floresta Verdejante e do Senhor da Floresta Selvagem ao mundo mortal. Eles são os Deuses liminares que regem a metade clara do ano. Pode ser feita uma prece a eles pedindo por bênçãos para você, sua família e sua comunidade.

Nesse momento você pode fazer um trabalho mágico ou uma meditação. Uma sugestão é que você acenda um pequeno fogo no seu caldeirão usando ervas ou madeira. Passe um objeto que você quer abençoar, como um talismã, pelo fogo. Quando o fogo se extinguir completamente, guarde as cinzas para usar em feitiços de bênçãos. Em seguida, faça as oferendas.

Oferendas tradicionais para esse ritual são leite e pão. Faça divinação para verificar se suas oferendas foram bem recebidas. Por fim, convide os poderes a partir. Peça que haja paz e amizade entre você e os Daoine Sí. Agradeça os Deuses liminares e os antepassados.

Rituais sazonais da cultura celta para se conectar com as fadas: Samhaim, Solstício de Inverno, Imbolc, Equinócio de primavera, Bealtaine, Solstício de Verão, Lúnasa e Equinócio de Outono

Photo by Aaron Burden on Unsplash

7. Lúnasa

O Lúnasa é celebrado no hemisfério norte no dia 31 de julho. No hemisfério sul ele pode ser celebrado na mesma data ou no dia 31 de janeiro.

Essa é a época da primeira colheita e da nova abundância de alimentos que começam a ser colhidos. É o momento em que começamos a ver os resultados de tudo o que plantamos e escolhemos nutrir desde o Equinócio de Primavera.

Na Bruxaria Feérica essa é uma data para abençoar os seus instrumentos mágicos e os recarregar de energia para o ano que está por vir.

Devido a colheita, essa era uma época de grandes festivais nos países celta. Esses festivais incluíam tanto competições atléticas quanto dança, música, contação de histórias e um sentimento geral de celebração e reunião social. Você pode manter esse costume frequentando festivais que aconteçam na sua cidade nessa época, ou simplesmente fazendo uma comemoração com seus entes queridos.

Ritual de Lúnasa

Queime um incenso de limpeza energética e convide os Poderes. Você pode fazer uma prece pedindo por bênçãos para as sementes que você plantou e que agora está colhendo nas diversas áreas da sua vida (no trabalho, em casa, na sua vida pessoal, etc).

Nesse momento você pode fazer um trabalho mágico ou uma meditação. Caso você não queira fazer nenhum dos dois, pode começar a fazer as oferendas.

Oferendas tradicionais para esse ritual são alimentos assados como pães e bolos. Faça divinação para verificar se suas oferendas foram bem recebidas. Por fim, convide os Poderes a partir. Peça que haja paz e amizade entre você e os Daoine Sí. Agradeça os Deuses liminares e os antepassados.

Agora que você já conhece o significado e a forma de celebrar os quatro principais rituais sazonais da cultura celta, já pode começar a celebrá-los e aumentar sua conexão e amizade com as fadas 🙂 Para conhecer os quatro rituais menores, acesse esse post aqui.

Referência: Fairycraft – Following the Path of Fairy Witchcraft, Morgan Daimler, 2016.

Rituais sazonais da cultura celta para se conectar com as fadas: Samhaim, Solstício de Inverno, Imbolc, Equinócio de primavera, Bealtaine, Solstício de Verão, Lúnasa e Equinócio de Outono

 

Você também pode gostar desses posts